Princípios gerais da criação de cursos

A definição da oferta e criação de cursos de formação pós-graduada a disponibilizar ao mercado deve ser articulada com os coordenadores das áreas científicas, tendo em conta o mercado e os recursos da FA, por forma a garantir o equilibrio financeiro e económico da actividade formativa.

A criação de cursos obedece aos seguintes princípios:

    Relação com os ramos de competência científica da FA;
    Atribuição de créditos de acordo com sistema europeu de créditos, mediante aprovação do Conselho Científico da FA;
    Definição de programas articulados de curta duração que agregados podem dar origem a cursos de média e longa duração;
    Articulação com os cursos de 2º e 3º ciclo de modo a que os alunos, com o grau de licenciado, possam utilizar os ECTS obtidos nos cursos não conducentes a grau académico;
    Realização com aproveitamento da prova de avaliação de conhecimentos;
    Possibilidade de utilização de créditos, obtidos em formações anteriores, até ao máximo de 30% do total